Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

1SimplesDesconhecido

12
Mar18

Oh que m*rda!

 

Tenho um amigo. Não, não é este. Um amigo que tem namorada. Namorada essa que é minha amiga. Somos todos amigos... 

 

Eu e esse amigo damos-nos bem. Muito bem. É um bom amigo. Só que... É também um perverso. E abusa. E estica-se. Não só comigo. Mas também com mais uma amiga minha. Basicamente, com as raparigas. Já falamos com a nossa amiga, a namorada, e ela sabe. Ela sabe que ele abusa, e sabe como é que ele é... Um perverso do pior. 

 

Tudo começou numa noite de Verão. Na final de um torneio de voleibol. A minha amiga teve que ir para o hospital, nada de grave.

 

Ficamos um grupinho fixe, e esse tal meu amigo. Assistimos à final do torneio, ele já comigo no colo, a fazer festinhas, e outros disparates, "isto está a ficar esquisito", diz um amigo nosso... E eu, na boa. Tudo normal, somos amigos. 

 

Até que, apalpou-me o rabo. Ameacei que contava à namorada, e dei lhe uma lapada na mão. De nada serviu. Estivemos a ver um filme, com ele a fazer-me festinhas, e a pedir-me para lhe fazer a ele. E eu a pensar, "isto está a ficar mesmo esquisito". Mas, deixei-me ir, não me perguntem porquê... Acho que estava a gostar da atenção. 

 

Depois disso já se passou muito mais. Muito mais mesmo. Com limites, claro. (como se os limites já não tivessem sido passados). E tornou se um ciclo vicioso. Já me disse coisas do género, "pagava te para teres sexo comigo". Perverso, tarado, lá está. O pior, eu agora alinho nos jogos dele... E sou perversa também... Ups... A namorada, pouco ou nada se importa. 

 

Continuamos amigos. Muito amigos. Tudo "normal e numa boa". (para nós é normal, esta amizade é normal). O meu amigo continua a ter namorada. E ela continua a ser minha amiga. Somos todos amigos. Que p*ta de amizade estranha, eu sei. Parece que tenho tendência a ter amigos, e amizades estranhas... 

 

Acho que vou ter que acabar com esta porra, se fosse eu a namorada não gostava nada que o meu namorado se andasse a fazer às minhas amigas. Tenho que acabar com isto, tenho mesmo. É porque eu nem sequer gosto dele, não mesmo... Mas dá-me gozo, não sei... Gosto da atenção...

 

OK. Já chega de joguinhos marados. Chega de sermos amigos tão íntimos. Sermos amigos, sim. Muito amigos. Mas com o Tico e o Teco a funcionar bem. 

 

Vamos lá definir estas amizades, Desconhecida. E, talvez encontrar um gajo só para mim, se calhar é isso que está a falhar... Se calhar é por isso que eu deixo que ele faça joguinhos, e seja taradao, e eu o seja também. 

 

 (vídeo retirado da Internet)

 

A Desconhecida

56 comentários

Comentar post

Pág. 1/3